pós seis meses intensos de muita preparação, com mentorias especializadas e diversas atividades, 12 startups participantes do programa de pré-aceleração Start farão suas apresentações finais nesta quinta (24), às 19h, no auditório do Senai (Av. Senador Feijó, 421 – Vila Nova). O DemoDay é a última etapa da capacitação promovida pelo Parque Tecnológico de Santos e Sebrae-SP, em parceria com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) e parceiros locais.

O evento é aberto a empreendedores, universitários, empresários, investidores e demais interessados. As inscrições limitadas podem ser feitas neste link . Cada startup fará um ‘pitch’ (apresentação) de 3 minutos sobre as suas ideias de negócio e soluções criadas.

Uma banca avaliadora, formada por representantes de empresas e startups do ecossistema de inovação da Baixada Santista, fará questionamentos para o melhor entendimento das propostas.

Participam do DemoDay as startups: Dum Aprendiz, EDS Consultoria, FIGHT METER, GO Rede, LUA, Pagcar Online, Prissi Lab, SomaHelp, SOS Plantão, TidalWatt, Vêndola e Hexagon Pro.

Elas desenvolvem ideias como inteligência artificial que faz diagnóstico e monitoramento de saúde mental, tecnologia financeira para centralizar serviços bancários, aplicativos voltados para atividades físicas e gestão de escalas de plantão para hospitais, plataformas de cursos on-line, logística, marketing jurídico e questões de trânsito, tecnologia de energia elétrica limpa e renovável, entre outras.

Antes da apresentação final, os cerca de 25 integrantes das startups passaram por dois treinamentos específicos, um no Parque Tecnológico e outro no Sebrae-SP. “A startup tem que ter o modelo de negócio muito claro e dizer o que vai criar, entregar e a captura de valor. O pitch com narrativa bem construída chama atenção, mas o objetivo é mostrar o problema que a startup resolve e o seu impacto no mercado”, explica o consultor de inovação do Sebrae, Márcio Cruz.

O programa de pré-aceleração Start teve início em 7 de outubro e os participantes passaram por capacitações on-line e presenciais, incluindo mentorias sobre todas as áreas de atuação e dificuldades das empresas (desenvolvimento de produtos, marketing, captação de investimentos etc), workshops de design e de metodologias ágeis de trabalho e palestras. Também contaram com um ‘head’ de aceleração, espécie de padrinho dedicado para avaliação, acompanhamento e direcionamento.

Dando sequência ao desenvolvimento das empresas inovadoras, os empreendedores poderão participar neste ano de novas capacitações entre 16 atividades oferecidas pelo programa Sebrae for Startups, realizados em conjunto com diversas instituições, entre elas Embrapa, IPT, BNDES, InvestSP, Fapesp e o próprio Parque Tecnológico de Santos.

 

Fonte: Prefeitura de Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.